17 de jun de 2007

Preciosidades

Talvez nada valha mais que um beijo, um abraço, um afago, uma troca de idéias. Mas melhor ainda, quando tudo isso vem acompanhado de um registro, que não será atraiçoado pelas falhas inevitáveis de nossa memória.

Nunca pensei em expô-las (me expor) desta forma. Porém, o encontro com algumas pessoas, que pensava não existirem, fez surgir em mim essa vontade. Não se trata de uma exibição e sim do desejo de compartilhar o que poucos têm como entender.







3 comentários:

rafael rodriguez disse...

Nossa!!!
...rsrsrs...

Rafael Rodriguez disse...

Eu quero um exemplar igualzinho, igualzinho!!!

luz exata disse...

Só meu, só meu...hahahaha..
Faço votos! Muitos votos! Vc vai mais onge ;)