6 de jun de 2007

Depoimento de Jan Costa

Foram muitas viagens para Stº Amaro-BA...


A primeira foi no 88º niver de Canô em 1996. Esse ano ela fará 100 anos de idade. Vestimos uma camisa com a foto de Canô estampada. O clik da foto foi de Maria Sampaio que clicou a capa de "Cores e Nomes" Ela é amiga da família e sempre está presente nas festas.
Caê estava comendo uma moqueca de peixe com caruru na cozinha de Canô e, eu me senti atrapalhando a sua refeição. Mas como Antônio é amigo dele de infância, teve toda a liberdade de interrompê-lo só para me apresentar. Ele, como sempre, foi super gentil e conversamos sobre o Projeto Axé, dos meninos de rua que integram a esse projeto.
Depois ele escutou uma música minha e, ao final, ele perguntou: "Essa parte aí é teclado?" eu respondí: "Não. É Natália, uma amiga minha que canta como gente grande", me referindo ao coro que Natália faz em minha música "Contraste Urbano".
Sempre que estamos em festa, no quintal de Canô, que há o encontro de Caê com os irmãos Roberto e Rodrigo e eles ficam juntos, nós falamos "uns" em tom de brincadeira. E aí é pano pra manga para puxar assunto.
É óbvio que Caê sempre fala de assuntos sérios. Porém, as suas idas para Santo Amaro, geralmente, em época de festas, ele se diverte muito, conta piada e rir muito com Chico Mota, Antônio, Dazinho e convidados. Eu, tive o privilégio de pegar carona com essa turma e lavar a alma saindo mais leve quando a festa acaba. Saudades de Santo Amaro da Purificação - BA.


Jan Costa.
Itabuna/BA

Um comentário:

Jan Costa disse...

Para mim, foi surpresa ler esse depoimento meu.
Obrigado, Bárbara pela sua gentileza em colocá-lo aqui e parabéns por divulgar e preservar a nossa cultura baiana e brasileira.

Forte abraço,

Jan Costa.